Passar para o Conteúdo Principal Top

 

Logo_20Aniv_Lagoas

Lagoas de Bertiandos e S. Pedro d'Arcos Ponte de Lima

Paisagem Protegida das Lagoas_v2

29 de setembro | Ação de voluntariado para controlo e gestão de plantas exóticas invasoras em corredores fluviais

29set life 1 1 1024 1000
06 Outubro 2021

Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro de Arcos (PPLBSPA)
Ponte de Lima

No dia 29/09/2021 de manhã (9:00h – 12:30h) decorreu uma ação de voluntariado na Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro de Arcos, em Ponte de Lima, para controlo e gestão de plantas exóticas invasoras em corredores fluviais, no âmbito do projeto LIFE FLUVIAL (LIFE16 NAT/ES/000771), organizada pela equipa portuguesa do projeto LIFE FLUVIAL, coordenada pela investigadora do Centro de Estudos Florestais do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, Patricia María Rodríguez González, junto com Paulo Monteiro e Estêvão Portela Pereira, contando com a colaboração da Câmara Municipal de Ponte de Lima e o suporte do Centro de Interpretação Ambiental das Lagoas de Bertiandos e São Pedro d'Arcos (CIALBSPA), bem como da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Coimbra e o Centro de Ecologia Funcional/Universidade de Coimbra.

A iniciativa contou com a colaboração de 22 participantes empenhados que foram recebidos no CIALBSPA e aos quais se ofereceram diversos materiais de divulgação do projeto LIFE FLUVIAL e informação complementar (p. ex. informação sobre os corredores fluviais e a sua importância, protocolo de eliminação de exóticas invasoras e legislação atualizada sobre espécies exóticas invasoras). Após as boas-vindas aos voluntários e a visita à exposição itinerante do projeto fez-se uma breve introdução ao projeto LIFE FLUVIAL, com referência aos corredores fluviais (estrutura, funcionamento e ameaças). Seguiu-se uma pequena caminhada até ao local da atividade de campo na PPLBSPA, onde se fez uma breve introdução sobre as principais espécies autóctones e sobre as exóticas (identificação, prevenção, técnicas para o seu controlo e gestão, impactos e efeitos do seu controlo) e, com o auxílio de mapas previamente preparados, se referiram as ações de conservação já efetuadas no âmbito do projeto na PPLBSPA, nomeadamente o controlo de espécies exóticas invasoras realizado na área onde decorreu a jornada de voluntariado.

Como reforço do controlo de espécies exóticas invasoras realizado em setembro de 2019 nas áreas de intervenção do projeto, os voluntários aplicaram diversas técnicas adequadas a cada tipo de espécie presente no local e que consistiram:
1 – no arranque manual de pequenas plantas lenhosas ou herbáceas, como plântulas de acácias (Acacia spp.), erva-da-fortuna (Tradescantia fluminensis) e tintureira (Phytolacca americana), tendo-se para esta última espécie realizado a prévia recolha de frutos a fim de impedir a disseminação das sementes;
2 – na desvitalização de cepas de eucaliptos (Eucalyptus camaldulensis) cortados em 2019 (destaque manual e com ferramenta dos rebentos e da casca dos cepos).

A erva-da-fortuna e os frutos e raízes da tintureira foram colocados em sacos e transportados para a Quinta de Pentieiros da CMPL a fim de serem devidamente destruídos. Enquanto os resíduos da tintureira serão queimados em época e local adequados, a erva-da-fortuna foi administrada às galinhas da Quinta como alimento.

A jornada de voluntariado foi um sucesso ao nível do trabalho realizado e ao nível da transmissão de conhecimentos, que tornaram os participantes mais capacitados para executarem o controlo e eliminação de espécies exóticas invasoras.

Mais informações disponíveis em https://www.lifefluvial.eu/pt/noticias/ 

29set_life_2
29set_life_3
29set_life_4
29set_life_5
29set_life_6
29set_life_7
29set_life_8
29set_life_9