Passar para o Conteúdo Principal Top

Lagoas de Bertiandos e S. Pedro d'Arcos Ponte de Lima

Paisagem Protegida das Lagoas_v2

Geneta

Geneta geneta 1 600 600

A geneta (Geneta geneta) é um carnívoro de médio porte, delgado, com membros baixos, cauda muito longa, focinho pontiagudo e orelhas grandes, eretas e triangulares. Pelagem espessa onde predomina o tom cinzento, com manchas negras que formam listas longitudinais. A cauda, bastante caraterística, tem um tamanho semelhante ao corpo e apresenta 9 a 12 anéis negros.

 

Habitat

Espécie trepadora, ocupa uma grande variedade de ambiente, desde florestas de caducifólias e mistas, a zonas rochosas. As zonas com matagal perto de cursos de água são também habitats preferenciais. A toca é feita em árvores ou em buracos entre as rochas.

 

Sinais de Presença

Pegadas pequenas e redondas, aparecendo quatro dedos impressos. Deixa marcas das garras nos troncos das árvores. Os dejetos são bastante compridos, em comparação com o tamanho da geneta, pouco retorcidos e depositados em latrinas fixas, situadas em pontos altos. 

 

Comportamento

Solitário e territorial, possui hábitos crepusculares ou noturnos, repousando durante o dia em buracos no interior de árvores, nas copas cerradas de árvores ou em zonas de matagal denso. As latrinas, que são utilizadas por várias genetas e durante vários anos, são usadas como veículo de marcação do território e de comunicação entre os indivíduos. A geneta é um animal ágil, que trepa e nada muito bem. Quando assustada emite gritos de alarme. 

 

Reprodução

Animal poligâmico que, embora se reproduza ao longo de todo o ano, o cio é mais frequente entre fevereiro/março e julho/agosto. As crias, em ninhadas de 2 a 3 crias, nascem após 70 dias de gestação, do final da primavera/início do verão ou outono deixando a toca ao fim de 8 semanas. Aos 6 meses, são desmamadas, tornam-se independentes aos 12 meses de vida e atingem a maturidade sexual aos 2 anos.

 
Dieta

Carnívoro generalista, tem como base de alimentação os roedores e aves. Alimenta-se também de répteis, frutos e insetos, consoante as características do habitat e a altura do ano.

 

Fatores de Ameaça

Os principais fatores de ameaça estão relacionados com atividades humanas, sendo vítima de perseguição ilegal. Esta espécie é afetada pelas medidas de controlo de predadores implementadas pelas Zonas de Caça. Também a elevada densidade da rede viária é bastante prejudicial para esta espécie.

 

Na Paisagem Protegida

Esta espécie é relativamente abundante na Paisagem Protegida, ocorrendo fundamentalmente em zonas de floresta e junto aos cursos de água.

 

Fonte: Adaptado de Azibo.