Passar para o Conteúdo Principal Top

Lagoas de Bertiandos e S. Pedro d'Arcos Ponte de Lima

Paisagem Protegida das Lagoas_v2

Rota dos Cruzeiros (R 2)

Rota cruzeiros 1 214678122656606e9e76f33 1 932 620

A Rota dos Cruzeiros é um percurso pedestre denominado de pequena rota. As respetivas marcações e sinalizações obedecem às normas internacionais. O percurso desenvolve-se na zona de influência da Área Protegida das Lagoas de Bertiandos e S. Pedro d’Arcos, incluindo passagem obrigatória nos cruzeiros de S. Pedro d’Arcos e de Fontão.

Partimos do Centro de Interpretação Ambiental da Área Protegida, subindo em direção ao parque de estacionamento. Viramos à esquerda e logo em seguida à direita, até encontrarmos uma estrada asfaltada que devemos seguir, passando nas traseiras da Quinta da Lage, até chegarmos ao centro de S. Pedro d’Arcos.

Destacamos o cruzeiro, um dos mais belos do reinado de D. João V [1706-1750]. Possui um fuste de estilo salomónico, no meio do qual se esculpiu a imagem de Nossa Senhora coroada e uma série de elementos vegetalistas. No capitel surge a imagem de Cristo crucificado. Digna de realce é também a bela igreja paroquial, onde predominam os elementos do séc. XVII e XVIII. No adro, duas tampas de sepulturas medievais corroboram a existência de um templo medieval, provavelmente no local da igreja, que também possui vestígios de arte românica. Em frente, atravessando a estrada, entramos no calvário que dá acesso à capela de S. Sebastião, do séc. XVII, composto por 14 cruzes, onde se constata, nos plintos das mais antigas, almofadas decoradas com duas tíbias cruzadas e uma caveira.

Retomando do percurso, e seguindo as suas indicações, dirigimo-nos até à capela da Senhora das Necessidades,templo católico que remonta ao séc. XVIII. Em frente à capela está um nicho com o Senhor dos Passos e, no adro, o nicho da Nossa Senhora das Necessidades, construído no ano de 1727, que se constitui como uma pequena capela-abrigo. Neste local encontram-se as Alminhas da Lomba, que apresentam uma pintura de Nossa Senhora do Carmo com o Menino Jesus no seu colo.

Da capela o percurso segue para o núcleo urbano de Fontão. Encontramos a Quinta da Casa Grande, construída no séc. XVIII, que se notabiliza pela sua torre de três pisos. Seguimos pela esquerda até à capela de Nossa Senhora dos Remédios. Daqui também se avista a igreja paroquial de Fontão, com fachada virada para o cruzeiro do séc. XVIII e que possui um fuste canelado e, tal como o de S. Pedro d’Arcos, apresenta ao centro uma Nossa Senhora. Remata num capitel compósito encimado por uma cruz.

Seguimos as indicações do percurso até ao monte de S. Cristóvão, onde foi ereta, no séc. XVII/XVIII, uma capela consagrada ao mesmo santo. No monte encontram-se vestígios arqueológicos que indicam uma ocupação da época medieval. Daqui descemos, até que somos obrigados a entrar na Estrada Municipal 525-1. Fletimos à esquerda em direção ao ponto de início do percurso, sendo que, no caminho, somos confrontados com uma bela perspetiva da Casa da Lage. Fundada no séc. XV, é constituída por um corpo central entre duas torres, com elementos arquitetónicos do século XVIII. A ocupação do espaço é no entanto anterior, pois nestes terrenos existem vestígios de tégulas do período Romano/Medieval.

Consulte:
Brochuras:

Rua da Lagoa n.º 476, S. Pedro d'Arcos
4990-530 Ponte de Lima