Passar para o Conteúdo Principal Top

Lagoas de Bertiandos e S. Pedro d'Arcos Ponte de Lima

Paisagem Protegida das Lagoas_v2

Fauna

No que respeita à fauna, pese embora a Área Protegida tenha uma dimensão bastante reduzida, apresenta uma diversidade de espécies de vertebrados que se considera como sendo elevada em diversos aspetos, refletindo-se em valores de riqueza específica que se consideram significativos. Foram inventariadas, até ao momento, 9 espécies de peixes dulciaquícolas ou migradores, 13 espécies de anfíbios, 11 espécies de répteis, 41 espécies de mamíferos e 144 espécies de aves.

Espécies com destaque ao nível da conservação da natureza:

No que respeita a invertebrados terrestres refira-se que são atualmente conhecidas 28 espécies de odonatos com ocorrência comprovada na Área Protegida (cerca de 44% da fauna de odonatos de Portugal Continental). Destacam-se três espécies: Coenagrion mercuriale (Charpentier, 1840), Oxygastra curtisii e Aeshna affinis por apresentarem especial interesse para a conservação.

Confirma-se, atualmente, no que concerne a lepidópteros, a ocorrência de 65 espécies de borboletas diurnas e 166 borboletas noturnas. No caso das primeiras, quatro foram registadas pela primeira vez tanto na área como no concelho de Ponte de Lima e foram consideradas como de conservação prioritária: Euphydryas aurinia, Limenitis camilla, Apatura ilia e Thymelicus aecton. São ainda conhecidas espécies pertencentes a 57 famílias de invertebrados bentónicos.