Passar para o Conteúdo Principal Top

Lagoas de Bertiandos e S. Pedro d'Arcos Ponte de Lima

Paisagem Protegida das Lagoas_v2

Reunião com Stakeholders do Projeto LIFE FLUVIAL

08fev19 livefluvial 1 1 1024 1000
11 Fevereiro 2019

No dia 8 de fevereiro de 2019 decorreu, no Centro de Interpretação Ambiental das Lagoas de Bertiandos e São Pedro d’Arcos, Ponte de Lima, a primeira Reunião com stakeholders do projeto LIFE FLUVIAL (LIFE16 NAT/ES/000771). O projeto LIFE FLUVIAL visa a “Recuperação e gestão sustentável dos corredores fluviais da região atlântica ibérica” e a sua parceria esta constituída por 8 entidades, incluindo universidades, organismos públicos, empresas públicas e entidades sem fins lucrativos de Portugal e Espanha, sendo liderado pela Universidade de Oviedo e coordenado em Portugal pelo Instituto Superior de Agronomia (Universidade de Lisboa).

A reunião com stakeholders celebrada no dia 8 tinha como objetivo dar conhecimento do andamento do projeto às entidades locais da área de intervenção. O evento foi acolhido pela Câmara Municipal de Ponte de Lima e contou com a participação de vários representantes de autoridades locais, designadamente as juntas de freguesia da área de influência do projeto, assim como organizações ambientalistas, e uma representação da Escola Agrária de Ponte de Lima. A jornada incluiu uma sessão de apresentações e uma visita de campo às áreas de intervenção do projeto em Portugal, lideradas pela equipa portuguesa do LIFE FLUVIAL, que está constituída por investigadores e professores do Instituto Superior de Agronomia. As apresentações e a visita de campo mostraram a importância e funções dos amiais (florestas de Alnus glutinosa), a sua problemática atual, caraterizada por várias pressões abióticas (alterações climáticas e hidrológicas) e bióticas (doença provocada pela Phytophthora do amieiro, espécies invasoras), assim como as abordagens do projeto LIFE FLUVIAL para abordar esses desafios.

 

O Projeto LIFE FLUVIAL em Portugal:

  • Em Portugal, as ações do projeto focam-se na Área Protegida das Lagoas de Bertiandos e S. Pedro d’Arcos, espaço que, pela sua importância ecológica para a conservação da biodiversidade, acumula vários estatutos de proteção, sendo considerada uma Zona Húmida de Importância Internacional (Sítio Ramsar), um Sítio de Importância Comunitária da Rede Natura 2000 e, a nível Nacional é considerada uma Paisagem Protegida. As ações nesta área serão realizadas em colaboração com a Câmara Municipal de Ponte de Lima, proprietária dos terrenos alvo de intervenção.
  • O projeto LIFE FLUVIAL detém como principais objetivos a melhoria do estado de conservação e o desenvolvimento de medidas de gestão sustentáveis de corredores fluviais na Região Atlântica do Noroeste Ibérico. Em Portugal, o projeto está focado na conservação dos amiais, considerados um habitat prioritário a nível europeu segundo a Diretiva Habitats (habitat 91E0*). Entre os diversos tipos de vegetação ripícola, os amiais são extremamente importantes como habitat para espécies de fauna e flora, como amortecedores do efeito das cheias, e como enriquecedores dos solos, pois os amieiros são espécies fixadoras do azoto atmosférico. No entanto, estes amiais são ecossistemas particularmente frágeis porque dependem de condições hidrológicas específicas (permanente humidade edáfica) para a manutenção das suas espécies características e do seu funcionamento ecológico. Estes ecossistemas encontram-se em risco pela interação de múltiplos fatores abióticos, quer globais (alteração climática) como locais (uso dos solos e exploração dos recursos hídricos), que tem reduzido substancialmente a sua distribuição natural. Para além das ameaças abióticas, a invasão por espécies exóticas e uma doença dos amieiros estão a acelerar a degradação destes ecossistemas ameaçando a sua preservação e os serviços por eles fornecidos. Atualmente, a informação insuficiente sobre este habitat no âmbito da Rede Natura 2000, a nível nacional, é também limitante para a sua melhor conservação e gestão.
  • O projeto LIFE FLUVIAL inclui ações a dois níveis. A nível Nacional, pretende contribuir para melhorar o estado de conhecimento dos amiais na rede Natura 2000 em Portugal. A nível local, na Área Protegida das Lagoas de Bertiandos e S. Pedro d’Arcos, pretende: recuperar a composição natural de espécies dos amiais promovendo as espécies autóctones características e eliminando as espécies exóticas; favorecer as condições que permitem a regeneração natural deste ecossistema; limitar as condições de propagação da doença do amieiro; e fomentar a divulgação de boas práticas e a sensibilização social.

Documento de apoio:Reunião com Stakeholders 08 fevereiro 2019

08fev19 livefluvial 2 1 1366 728
08fev19 livefluvial 3 1 1366 728
08fev19 livefluvial 4 1 1366 728