Página Inicial
siga-nos:  

Para visualizar as imagens rotativas tem que instalar o leitor de flash, clique aqui.
Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
Agenda de Eventos
Categorias
26 de Junho a 01 de Setembro
  Oficinas de verão 2017
Todos os Eventos
Agenda Cultural

Página dos Espaços Ciência Divertida:


Zona Húmida de Importância Internacional


Prémio Novo Norte:


Aceda ao:

 
Rota da Azenha

Características Gerais:

Distância aproximada: 4,6 km.
Duração aproximada: 2h45 min.
Tipo de percurso: circular de pequena rota.
Grau de dificuldade: baixo.
Partida/chegada: Quinta de Pentieiros.

Ortofotomapa (PDF | 5 mb) faça aqui o download do mapa da Rota da Azenha

azenha

barra1 Rota  .:.  barra2 Limite das LBSPA

Descrição:

Esta rota começa na Quinta de Pentieiros, exploração agropecuária e florestal adquirida, pelo Município de Ponte de Lima, no âmbito do projeto de valorização da Área Protegida. A Quinta de Pentieiros, que pode ser visitada por um valor simbólico, concentra várias infra-estruturas e equipamentos associados ao alojamento, ao recreio e ao lazer e à demonstração e experimentação de técnicas e culturas agro-pecuárias e florestais, sendo que estas últimas estão enquadradas numa quinta pedagógica.

Será de destacar, no âmbito do património edificado, a Casa de Pentieiros de que foi "senhor Gonçalo de Sousa Menezes" e teve durante o séc XVII o mesmo morgado que o Solar de Bertiandos, Francisco Pereira da Silva.

Na área envolvente à Quinta de Pentieiros localizam-se ainda as seguintes infra-estruturas: a loja da Quinta, com restaurante/mercearia/bar, que confere apoio ao parque de campismo; um centro aventura e de atividades de natureza; o Centro Educativo das Lagoas, que inclui instalações de campos de férias geridas pela Área Protegida; e um polidesportivo.

De regresso ao percurso, tomamos a estrada municipal, seguindo em direção à igreja de Estorãos. O templo sofreu vários acrescentos ao longo dos séculos e foi numa das obras no início do séc. XX que foi encontrada uma Ara atribuível ao período romano, dedicada ao Génio Tiauranceaico (um dos génios protetores das povoações). Encontra-se no Museu Nacional de Arqueologia, embora exista uma cópia na Igreja. No exterior do edifício também são visíveis as alterações, nomeadamente ao nível da fachada, onde se nota um aumento na parte superior. A torre sineira é obra de meados do séc. XX, possui gárgulas de canhão em cada ângulo.

Daqui vamos desfrutar as águas do rio Estorãos, sobre as quais passa uma magnífica ponte em cavalete que muitos dizem ser obra romana, mas que é uma construção do séc. XVI ou mesmo XVII. Tem três arcos desiguais e lalhamares semelhantes aos das pontes romanas, mas não possui qualquer outro elemento que a date desse período. A comparação não é no entanto descabida, pois o caminho romano anda muito próximo e o rio Estorãos teria de ser atravessado no local elevado uma vez que no inverno as zonas alagadas da Veiga não eram transponíveis.

Ainda na ponte podemos admirar um cruzeiro, que se encontra ao centro. Na margem, uma azenha agora recuperada e funcionando como Unidade de Turismo Rural, surge como exemplo das muitas que encontraram no rio a sua fonte de energia. Na margem direita, à boca da ponte estão as alminhas que serviam para proteger os viajantes, lembrando-os de rezarem como forma de os salvaguardar do perigo. A inscrição no corpo inferior confirma-o: LEMBRAI-VOS DAS ALMAS COM UM PADRE NOSSO COM UMA AVE MARIA. Todo o conjunto possui elementos arquitetónicos do séc. XVIII.

Daqui, passamos a azenha e dirigimo-nos para a direita, em direção à Capela de Santo Amaro. Templo do séc. XVIII tem no interior para além da imagem do padroeiro, a imagem de S Pedro e da Nª Sr.ª . Na fachada lê-se a seguinte inscrição: NOS/AUTEM-GLO/RIA RIO....... CRUCE/DOMINI174 [2ou4]. Seguimos até à estátua das Quatro Mãos, símbolo da união de quatro freguesias, a saber, Estorãos, Moreira do Lima, S. Pedro de Arcos e Sá, perante um momento difícil do ponto de vista da subsistência daquelas comunidades, atravessando a área agrícola denominada, localmente, por veiga do Sobreiro. 

De regresso à Quinta de Pentieiros, passamos ainda pelas antigas instalações da Cooperativa de Estorãos, associadas ao projeto de emparcelamento agrícola da década de 60, recuperadas em 2010, pelo Município de Ponte de Lima, para servir de apoio à dinamização das atividades agro-pecuárias e florestais da Área Protegida e zona envolvente.

 
Palavras chaves
voltar
Imprimir Imprimir Enviar Enviar Partilhar
topo
 
Notícias relacionadas:
Percurso de Plantas Aromáticas e Medicinais na Área Protegida | 19.06.2012
 
 
 
Avisos
Categorias
16 de Maio
  Recomendações de adoção de práticas de utilização racional de água para rega
19 de Abril
  Freguesia de Estorãos - Obrigatoriedade de poda e tratamento de citrinos infestados com a psila africana dos citrinos, Trioza erytreae (Del Guercio)
22 de Março
  Candidaturas ao Pedido Único (PU)
28 de Novembro
  Inspeção Obrigatória dos Pulverizadores para Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos
24 de Novembro
  Limpeza de cursos de água
Todos os Avisos
Notícias do Município
Ponte de Lima Empreende: Inscrições Abertas para Workshop de Empreendedorismo Tecnológico e Concurso de Ideias de Negócio
publicada em: 18.08.2017

Desta vez, através de um Workshop de Empreendedorismo Tecnológico, o Município procura munir os inscritos de ferramentas que lhes permitam alavancar quiçá propostas de criação de um negócio próprio e desenvolver competências de carácter empreendedor.

O workshop inserido no programa "Ponte de Lima Empreende", é promovido pelo Município de Ponte de Lima, numa parceria com o CLDS-Ponte para a Inclusão e a AEPL-Associação Empresarial de Ponte de Lima.

O formulário de inscrição já está disponível, e todos os interessados devem inscrever-se independentemente de nível de escolaridade, ou idade, já o programa está aberto a todos os limianos.

As inscrições têm carácter gratuito, e o workshop divide-se em duas oficinas, em horário pós laboral, das 20h00 às 23h00, numa das salas do restaurante Clara Penha - Casa dos Sabores.

A 19 de setembro, realiza-se a primeira Oficina. Esta sumariza-se por uma abordagem concetual ao tema. Já na subsequente, visa-se o desenvolvimento de cada projeto, agendando-se a referida para os dias 21 e 26 de setembro.

Visando captar ideias de negócio e facilitar o acesso a fontes de financiamento, o Município pretende agitar o tecido empresarial do concelho, e gerar nos participantes planos e ideias empreendedoras. É neste contexto que o Município lança um novo repto: o Concurso de Ideias de Negócio.

Sujeitos a inscrição, que termina a 6 de outubro, os participantes habilitam-se a um prémio de 500€, que será atribuído à “ideia” mais audaz, de acordo com o seu grau de inovação, exequibilidade, e impacto no setor.

Estas são apenas algumas das iniciativas que o Município de Ponte de Lima visa tangibilizar, democratizando o acesso a novas noções tecnológico-empresariais, assim como a fontes de financiamento municipais, dando a possibilidade a todos os munícipes, de investirem em si mesmos, a custo nulo.

Inauguração do Campo Municipal de S. Martinho da Gandra | 20 de agosto ? 11h30
publicada em: 18.08.2017

No âmbito da estratégia de coesão social e territorial definida pelo Executivo Municipal de Ponte de Lima, no sentido de promover o associativismo desportivo permitindo o acesso à prática desportiva regular dos jovens e munícipes do concelho, o Município de Ponte de Lima aprovou a edificação do Campo Municipal de S. Martinho da Gandra, junto a uma zona de equipamentos municipais, nomeadamente o Centro Educativo de Gandra e o Pavilhão Gimnodesportivo.

A inauguração oficial da obra, cujo valor ascendeu aos 626.968,59€+Iva, está marcada para o próximo dia 20 de agosto, às 11h30.

Câmara Municipal de Ponte de Lima aprovou a empreitada de Ampliação e Beneficiação das Instalações do Edifício da Antiga EB1 da Correlhã
publicada em: 18.08.2017

A proposta de intervenção tem como objetivo recuperar o imóvel para fins administrativos preservando a imagem da fachada principal - a mais representativa - e respeitando ao máximo a compartimentação original fazendo apenas aberturas pontuais para ligação com a parte a ampliar. Pretende-se ainda uma remodelação interior parcial e a demolição total do alpendre existente para ampliação do edifício ao nível do rés-do-chão e 1º andar.

A intervenção vai permitir a ampliação daquele edifício, registando-se a obra nas traseiras do mesmo, onde se pretende criar um equipamento que reúna no mesmo espaço diversas valências, e que responda às exigências atuais ao nível do conforto térmico e no cumprimento da legislação em vigor em termos de acessibilidades e segurança contra incêndios. Para melhorar o conforto térmico do edifício, propõe-se a colocação de isolamento térmico pelo interior para corrigir algumas pontes térmicas e a substituição das caixilharias em alumínio por um sistema mais atual com vidro duplo e rutura de ponte térmica.

Fátima Oliveira, Presidente da Junta de Freguesia da Correlhã, não escondeu a satisfação, revelando que “estou muito feliz com o projeto desta obra”. A autarca salientou especialmente o espaço de convívio para atividades destinadas aos mais idosos. Adiantou ainda que este novo equipamento vai acolher quatro associações da freguesia, nomeadamente a “Rusga Típica da Correlhã; O Grupo 4 Ventos; a Associação dos Amigos das Marchas da Correlhã e a Associação Desportiva e Cultural da Correlhã.”

Este investimento, no valor de 267.720,24€, “que sairá do Orçamento Municipal”, garantiu o Presidente da Câmara Municipal, visa “preservar o património construído deste edifício tão emblemático da freguesia da Correlhã”, sustentou o autarca.

O Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima acrescentou que o Município investiu nesta freguesia, durante estes últimos quatro anos, 1,7 milhões de euros, pretendendo-se com esta obra a melhoria da qualidade de vida da população.

Notícias via e-mail:

Coloque o seu email:

Copyright © 2016. Município de Ponte de Lima. Todos os direitos reservados. : Política de Privacidade e Segurança . Ficha Técnica :