Página Inicial
siga-nos:  

Para visualizar as imagens rotativas tem que instalar o leitor de flash, clique aqui.
Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
Agenda de Eventos
Categorias
26 de Junho a 01 de Setembro
  Oficinas de verão 2017
Todos os Eventos
Agenda Cultural

Página dos Espaços Ciência Divertida:


Zona Húmida de Importância Internacional


Prémio Novo Norte:


Aceda ao:



Aves em Destaque
Garça-real
A garça-real (Ardea cinerea), da mesma família das cegonhas, é a garça mais abundante e difundida da Europa. É uma ave de pernas altas, pescoço longo e bico longo e afilado.
Dom-fafe
Colorido mas discreto, o Dom-fafe (Pyrrhula pyrrhula) é um granívoro que se alimenta principalmente de rebentos. A plumagem brilhante dos machos faz a fêmea parecer insignificante...
Guarda-rios
O Guarda-rios (Alcedo atthis) é uma ave de patas e pescoço curtos, com cabeça e bico grandes e desproporcionados em relação ao seu pequeno corpo. Apresenta uma plumagem de cores intensas, na parte superior em tons azuis e verdes vivos...
Melro-preto
O Melro-preto (Turdus merula) é uma das espécies mais reconhecidas, tornando-se notória a presença desta ave em zonas verdes das principais localidades do nosso território.
Pisco-de-peito-ruivo
O Pisco-de-peito-ruivo (Erythacus rubecula) é uma das espécies mais conspícuas da nossa fauna, destacando-se pela sua plumagem chamativa e por cantar em qualquer época do ano, sendo um dos cantos mais bonitos dos nossos bosques.
Galinha-de-água
A galinha-de-água (Gallinula chloropus) é uma ave característica das zonas húmidas, com cerca de 32 cm de comprimento, viva e nervosa, de tom geral escuro...
Gaio
O Gaio (Garrulus glandarius) é um dos "imitadores" que podemos encontrar entre as espécies da nossa avifauna, surpreendendo pela imensa capacidade de reproduzir outros sons.
Mergulhão-pequeno
Como o próprio nome indica, é o mais pequeno dos mergulhões. Imediatamente identificável pela sua cabeça de forma arredondada e pelo seu pequeno bico de cor pálida. Pescoço curto, corpo atarracado e traseira levantada tipo "pompom".
Alvéola-branca
A alvéola-branca (Motacilla alba) é uma das espécies mais conhecidas da generalidade das pessoas, com o seu típico baloiçar da cauda e a combinação preto-e-branco da coloração.
Pato-real
É o mais comum dos patos selvagens e o antepassado dos patos domésticos. O macho apresenta a cabeça de cor verde, um colar branco e estreito no pescoço, peito castanho...
Pato-real
É o mais comum dos patos selvagens e o antepassado dos patos domésticos. O macho apresenta a cabeça de cor verde, um colar branco e estreito no pescoço, peito castanho...
Pato-real
É o mais comum dos patos selvagens e o antepassado dos patos domésticos. O macho apresenta a cabeça de cor verde, um colar branco e estreito no pescoço, peito castanho...
Poupa
A sua poupa tão característica torna esta ave uma das mais emblemáticas da nossa avifauna.
Peto-verde
Mais vezes ouvido do que visto, o peto verde (Picus viridis) faz-se notar sobretudo pela sua "gargalhada" (quiuc quiuc), como que troçando dos observadores.
Coruja das Torres
Esta ave de rapina possui a face achatada com um anel escuro em redor do disco facial, desenhando um coração. No conjunto, a sua plumagem é muito clara. A coruja-das-torres tem apenas 35 cm de comprimento.
Répteis em Destaque
Rela
As relas são pequenos anfíbios verde-alface que, apesar de serem comuns em diversas zonas húmidas do nosso País, acabam por passar despercebidas à maioria.
Lagarto-de-Água
O Lagarto-de-água (Lacerta schreiberi), é um lagarto de tamanho médio e de aspecto robusto, que pode atingir 125 mm de comprimento cabeça-corpo. Possui uma longa cauda que pode medir até duas vezes o tamanho do corpo.
Sardão
O Sardão (Lacerta lepida) é um lagarto da família Lacertidae. É conhecido por conseguir viver 25 anos em cativeiro. Quando confrontado abre a boca e sibila, conseguindo mesmo saltar para o inimigo. Os machos são territoriais na Primavera.

 
Avisos
Categorias
16 de Maio
  Recomendações de adoção de práticas de utilização racional de água para rega
19 de Abril
  Freguesia de Estorãos - Obrigatoriedade de poda e tratamento de citrinos infestados com a psila africana dos citrinos, Trioza erytreae (Del Guercio)
22 de Março
  Candidaturas ao Pedido Único (PU)
28 de Novembro
  Inspeção Obrigatória dos Pulverizadores para Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos
24 de Novembro
  Limpeza de cursos de água
Todos os Avisos
Notícias do Município
I Passeio da Rota da Maçã e da Sidra | 29 de julho ? Quinta de Pentieiros
publicada em: 21.07.2017

O Município de Ponte de Lima apoia a realização do “I Passeio da Rota da Maçã e da Sidra”, um evento lúdico organizado pelas autoras da Sidra Artesanal Corrupia em parceria com a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima.

O certame, cujo objetivo é mostrar todo o processo de produção da sidra artesanal, realizar-se-á no próximo dia 29 de julho, na Quinta de Pentieiros, em S. Pedro d’Arcos, e inclui diversas iniciativas desde uma visita à azenha, a apanha das maçãs, uma visita à quinta pedagógica e um workshop de produção de sidra. É dirigido às famílias com crianças, jovens, turistas e público que tenha curiosidade em saber mais sobre a Sidra.

Os participantes terão ainda a oportunidade de apreciar um piquenique de degustação. Para os mais novos, está prometida uma tarde muito divertida, promovida pelo Centro Aventura, que também se associa ao evento.

Programa:

  • 10h00 – Concentração na Quinta de Pentieiros
  • 10h20 – Caminhada de 1h30 (visita à azenha)
  • 12h00 - Apanha de maçãs na Quinta de Pentieiros
  • 13h00 – Piquenique de degustação
  • 15h30 – Visita à quinta pedagógica
  • 16h00 – Workshop de produção de sidra/ Atividade do Centro de Aventura

Confira o programa em www.corrupia.pt

Projeto ?Soy niño, sou criança? leva workshops à Feira do Livro de Ponte de Lima
publicada em: 20.07.2017

Os investigadores da Universidade do Minho, Grécia Rodriguez e Leonardo de Albuquerque -coordenadores do projeto “Soy niño, sou criança” -, dinamizam no próximo sábado, 22 de julho, dois workshops infantis de natureza lúdico-pedagógica. Sob o mote “ A ler o mundo com as crianças”, as sessões que se apresentam em horário duplo – 10h30 e 16h00 -, versarão sobre os conceitos da diversidade, do multiculturalismo e do respeito generalizado pela diferença através da leitura partilhada da história “O voo do golfinho”, da autoria de Ondjaki.

A atividade, que incluirá dramatizações, trabalho cooperativo e brincadeiras de sensibilização, destina-se preferencialmente a crianças entre os 7 e os 12 anos.

Visite a Feira do Livro de Ponte de Lima e faça parte do projeto “Soy niño, sou criança”.

Esperamos por si!

Escola de Música da Seara protagoniza último concerto da Feira do Livro de Ponte de Lima
publicada em: 20.07.2017

A Escola de Música da Seara – Secção da Associação Desportiva e Cultural da Seara – protagoniza o último momento musical da Feira do Livro de Ponte de Lima, no próximo domingo, 23 de julho, pelas 18h00. Uma oportunidade para apreciar jovens talentos da música local.

Visite a Feira do Livro de Ponte de Lima e assista à atuação da Escola de Música da Seara, que antecede a apresentação do livro “O que nasce torto também se endireita”, do jornalista da SIC, João Moleira.

Esperamos por si!

Notícias via e-mail:

Coloque o seu email:

Copyright © 2016. Município de Ponte de Lima. Todos os direitos reservados. : Política de Privacidade e Segurança . Ficha Técnica :