Página Inicial
siga-nos:  

Para visualizar as imagens rotativas tem que instalar o leitor de flash, clique aqui.
Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
categorias Categorias
Anfíbios
Aves
Mamíferos
Plantas
Répteis
Agenda de Eventos
Categorias
01 de Dezembro a 31 de Dezembro
  Exposição do Centro de Interpretação Ambiental (CIA)
Todos os Eventos
Agenda Cultural

Página dos Espaços Ciência Divertida:


Zona Húmida de Importância Internacional


Prémio Novo Norte:


Aceda ao:



Fuinha
01 de Dezembro de 2016
Fuinha
Fuinha

A fuinha (Martes foina) é um pequeno carnívoro com o corpo alongado, membros baixos e cauda comprida e espessa. A sua cabeça é larga e mais clara que o resto do corpo. Tem orelhas salientes e arredondadas e o focinho afilado.

A sua pelagem apresenta uma coloração castanha (por vezes arruivada) e possui uma mancha peitoral de cor clara (de branco a creme), que se estende desde a garganta até à zona inicial das patas anteriores e que se divide em duas, por uma lista escura longitudinal.

As patas da fuinha são mais escuras do que o resto do corpo. É uma espécie muito semelhante à Marta (Martes martes), sendo por vezes difícil de as distinguir.

Habitat:
É um animal com preferência por regiões arborizadas ou rochosas, evitando terrenos baixos, abertos ou com poucas árvores. Também pode viver em associação com o Homem, procurando refúgio em estábulos, celeiros e sótãos existentes em ambientes rurais.

Comportamentos:
A fuinha é um animal essencialmente crepuscular e noturno, ainda que, nas zonas onde é abundante, seja possível observá-la durante o dia. Desloca-se aos saltos no solo e é boa trepadora. O contacto vocal é muito intenso entre a progenitora e os juvenis.

É geralmente solitária, no entanto, as que vivem em vilas podem andar em grupos de 4 a 5 animais. É territorialista, defendendo o seu território de caça, que percorre pelos mesmos trilhos, em busca de alimento. Dentro do seu território, dispõe de vários refúgios que podem ser cavidades em árvores ocas, montículos de pedras ou construções humanas pouco frequentadas, como estábulos, celeiros e sótãos. Não tem por hábito escavar a sua toca no solo.

Reprodução:
A fuinha é um animal poligâmico, e o acasalamento, apesar de poder ocorrer em qualquer mês do ano, é mais comum de fevereiro a maio e entre julho e setembro. Tal como outros mustelídeos, possui o fenómeno de implantação retardada - o embrião permanece no útero materno por um período de 3 a 10 meses, antes de ocorrer a sua implantação.

Tem uma ninhada por ano e a verdadeira gestação é de 60 dias. As crias, em norma 3 a 4 por ninhada, nascem na primavera. O desmame ocorre perto das 8 semanas, ficando as crias junto da mãe, a única responsável pelos cuidados parentais. Após 8 a 10 semanas aventuram-se fora do refúgio e, durante 2 a 3 semanas, acompanham a mãe, fazendo deslocações progressivamente maiores. Atingem sua a maturidade sexual aos 2 anos de idade.

Dieta:
A dieta da fuinha é muito variada, dependendo da disponibilidade de alimentos. É um predador generalista e oportunista, consumindo principalmente pequenos mamíferos (ratos, musaranhos e ratazanas), aves, insetos e ovos. Alimenta-se ainda de frutos e de todo o tipo de desperdícios deixados pelo Homem. As suas presas são consumidas quase na totalidade e o que sobra é acumulado junto ao seu refúgio, o que permite a sua subsistência quando o alimento é escasso.

Fatores de Ameaça:
A fuinha não tem, praticamente, inimigos naturais, embora os juvenis possam ser vítimas de grandes carnívoros e de rapinas diurnas e noturnas. Assim, os principais fatores de ameaça para esta espécie são a destruição do seu habitat e a pressão humana. É uma espécie que sofre perseguição ilegal por parte do Homem, principalmente nas zonas de caça. É considerada, erradamente, predadora de espécies cinegéticas, sendo capturada em ações de controlo de densidades de predadores.

É perseguida porque quando ataca galinheiros, mata mais presas do que aquelas que necessita. Esta atitude constitui uma reação ao movimento dos animais existentes nesse espaço. A fragmentação e destruição do habitat, devido a ações de desflorestação e incêndios, e a morte por atropelamento também são considerados fatores de ameaça.

Na Paisagem Protegida:

Esta espécie protegida não é de fácil observação na Área Protegida, uma vez que possui hábitos essencialmente noturnos.

Fonte: Adaptado de Azibo.

 


Palavras chaves
voltar
Imprimir Imprimir Enviar Enviar Partilhar
topo


Avisos
Categorias
18 de Novembro
  Governo prolonga período crítico de incêndios até 23 de novembro
16 de Novembro
  Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola
07 de Novembro
  Governo volta a prorrogar período crítico de incêndios
07 de Novembro
  Proibição de produção e comercialização de plantas de citrinos no interior da zona demarcada
03 de Outubro
  Freguesia de Estorãos - Obrigatoriedade de poda e tratamento de citrinos infestados com a psila africana dos citrinos, Trioza erytreae (Del Guercio)
Todos os Avisos
Notícias do Município
ULSAM promove recolha de sangue em Ponte de Lima
publicada em: 12.12.2017

O Serviço de Imunohemoterapia da Unidade Local de Saúde do Alto Minho, EPE (ULSAM), promove sexta-feira, dia 22 de dezembro, uma campanha de recolha de sangue. A ação acontece na Unidade Local de Saúde de Ponte de Lima, a partir das 9h30, e visa garantir à ULSAM e a todos os residentes no distrito de Viana do Castelo o apoio e a auto suficiência em transfusões.

Podem doar sangue todas as pessoas com bom estado de saúde, com hábitos de vida saudáveis, peso igual ou superior a 50 quilos e idade compreendida entre os 18 e 65 anos. Para uma primeira dádiva o limite de idade é aos 60 anos.

A ULSAM promove estas ações por todo o distrito ao longo do ano, o que tem permitido um stock de sangue suficiente para as necessidades dos utentes do distrito.

Consulte:

Folheto informativo

Conselhos gerais

VII Festival do Bacalhau e Doçaria (mel e sidra) | Abertura, dia 8 de dezembro | Pavilhão de Feiras e Exposições ? Ponte de Lima
publicada em: 07.12.2017

Considerada como uma das iguarias mais apreciadas e procuradas da gastronomia limiana, o Município de Ponte de Lima organiza mais uma edição do certame dedicado ao bacalhau, por forma e dinamizar e impulsionar um dos elementos chave da cozinha tradicional da região. Seja na forma de petisco ou numa elaborada refeição, o bacalhau é rei e senhor nas mesas de todos os limianos.

Presença obrigatória nas famosas tasquinhas d’outrora da feira quinzenal é ainda hoje um dos produtos mais procurados e mais comercializados da ‘Feira de Ponte’, por todos aqueles que a ela se dirigem para feirar.

Chegada a época natalícia, o VII Festival do Bacalhau e Doçaria (mel e sidra), ganha maior destaque pela elevada procura por parte do público e, como consequência, pela cada vez maior oferta por parte dos comerciantes. Quem visitar o festival pode ainda encontrar mel, sidra, licores, chocolates, bolos e outras especialidades tipicamente limianas e que bem representam a riqueza da gastronomia da região.

O VII Festival do Bacalhau e Doçaria (mel e sidra) dá as boas vindas a dezembro e antecipa o Natal, com muita animação e sabor desde showcookings, provas de degustação, música popular e fados de Coimbra. Destaque para a apresentação, na sexta-feira, dia 08, da peça de artesanato “Vaquinha Minhota” e do lançamento do conto infantil “Rosália, a Princesa do Lima”, da autoria da artesã limiana, Nélia Saraiva. No dia 09, sábado, destaque para a primeira edição do ‘Concurso do Bolo Rei de Ponte de Lima’ e para o desfile “Há Moda em Ponte de Lima”, pela Associação Empresarial de Ponte de Lima. No dia 10, domingo e último dia do festival, o destaque vai para as provas de degustação, nomeadamente de Sidra, produto em franco crescimento em Ponte de Lima.

O Festival do Bacalhau e Doçaria (Mel e Sidra) realiza-se de 08 a 10 de dezembro, no Pavilhão de Feiras e Exposições da Expolima, em Ponte de Lima, e é um evento a não perder, destinado a toda a família.

A 7.ª edição do Festival do Bacalhau abre ao público esta sexta-feira, às 15 horas, antecedendo a inauguração oficial, agendada para as 18 horas.


Município de Ponte de Lima inicia IV Curso Básico de Internet para adultos
publicada em: 07.12.2017

Dado o crescente número de inscrições de munícipes nos cursos de iniciação à Internet, o Município de Ponte de Lima, através do Serviço de Infoliteracia, volta a apostar na dinamização de sessões informáticas para adultos.

Nestas sessões os formandos adquirirão um conjunto de conhecimentos indispensáveis para a utilização do computador e para o acesso à internet, que lhes facultará uma maior autonomia para lidar com as tecnologias de informação e comunicação.

Tal como as edições anteriores, esta iniciativa formativa é disponibilizada de forma totalmente gratuita e decorrerá no Espaço Internet durante todo o mês de dezembro (dias 4, 5, 6, 12, 13, 14, 19, 20, 21, 26, 27 e 28), das 9h30 às 11h30.

Os inscritos nesta nova edição do “Curso Básico de Internet” têm idades compreendidas entre os 38 e os 81 anos.

Para mais esclarecimentos ou informações contacte a Biblioteca Municipal através do telefone 258900411, via correio eletrónico - biblioteca@cm-pontedelima.pt -, ou presencialmente no Balcão de Atendimento.

Notícias via e-mail:

Coloque o seu email:

Copyright © 2016. Município de Ponte de Lima. Todos os direitos reservados. : Política de Privacidade e Segurança . Ficha Técnica :