Página Inicial
siga-nos:  

Para visualizar as imagens rotativas tem que instalar o leitor de flash, clique aqui.
Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
Agenda de Eventos
Categorias
26 de Junho a 01 de Setembro
  Oficinas de verão 2017
Todos os Eventos
Agenda Cultural

Página dos Espaços Ciência Divertida:


Zona Húmida de Importância Internacional


Prémio Novo Norte:


Aceda ao:



Guarda-rios
13 de Fevereiro de 2012
Guarda-rios
Guarda-rios

O Guarda-rios (Alcedo atthis) é uma ave de patas e pescoço curtos, com cabeça e bico grandes e desproporcionados em relação ao seu pequeno corpo. Apresenta uma plumagem de cores intensas, na parte superior em tons azuis e verdes vivos, e na parte inferior em tons castanho-alaranjados. Na garganta e parte lateral do pescoço tem manchas brancas. Tanto o macho como a fêmea são idênticos, com a exceção de a fêmea ter a base inferior do bico com tonalidades avermelhadas, enquanto que no macho o bico é totalmente preto.

Voz

Tem um chamamento curto, agudo, estridente e assobiado e, por vezes, repetido, geralmente em voo. Na primavera e no outono, o chamamento é mais agressivo, com o objetivo de afastar intrusos.

Habitat

Habita cursos de água e lagos de corrente lenta e ricos em peixe, com margens propícias à nidificação. No inverno, pode também ser observado nos estuários e no litoral.

Comportamentos

Apesar de ser uma ave desconfiada e irrequieta, permanece pousada e imóvel num poleiro, durante longos períodos de tempo junto à água, procurando pequenos peixes que captura num mergulho picado.

Voo

Tem um voo rápido e direto. Executa voos rasantes às manchas de água ou à vegetação rasteira das margens. Pode ser visto a peneirar, enquanto procura alimento.

Nidificação

Nidifica em cavidades de árvores ou muros e nos socalcos arenosos das margens. Por volta do mês de janeiro, o macho começa a procurar o local ideal para construir o ninho. O ninho encontra-se, de um modo geral, no fundo de um túnel com cerca de 1 a 2 metros de comprimento. A postura é efetuada entre abril e julho. Cada casal pode efetuar 2 ou 3 posturas por ano. Cada uma destas é constituída por 6 a 7 ovos, cuja incubação dura cerca de 20 dias. As crias adquirem a sua plumagem de adulto ao fim de 10 dias sendo capazes de voar ao fim de 25 dias de idade.

Nidificação

A dieta do Guarda-rios é, essencialmente, constituída por pequenos peixes, alimentando-se também de insetos e crustáceos.

Na Paisagem Protegida:

Esta espécie protegida é residente na Paisagem Protegida. Frequenta fundamentalmente as lagoas e o rio Estorãos. 

Fonte: Adaptado de Azibo.

 
Palavras chaves
voltar
Imprimir Imprimir Enviar Enviar Partilhar
topo


Avisos
Categorias
16 de Maio
  Recomendações de adoção de práticas de utilização racional de água para rega
19 de Abril
  Freguesia de Estorãos - Obrigatoriedade de poda e tratamento de citrinos infestados com a psila africana dos citrinos, Trioza erytreae (Del Guercio)
22 de Março
  Candidaturas ao Pedido Único (PU)
28 de Novembro
  Inspeção Obrigatória dos Pulverizadores para Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos
24 de Novembro
  Limpeza de cursos de água
Todos os Avisos
Notícias do Município
Município de Ponte de Lima transfere 760 000 euros para as Juntas de Freguesia do concelho
publicada em: 23.06.2017

Como forma de garantir a qualidade de vida dos munícipes, a Câmara Municipal de Ponte de Lima aprovou a transferência de uma verba no valor de 760.000€, às Juntas de Freguesia, entidades intimamente ligadas às populações que representam e por isso conhecem de forma mais direta as prioridades das populações.

Neste contexto, Município de Ponte de Lima procedeu à transferência da quantia de 760.000€ para diversas Juntas de Freguesia do concelho, como comparticipações financeiras no âmbito das obras de requalificação e beneficiação da rede viária municipal.

Foram contempladas as Juntas de Freguesia de Fontão, Anais, Bárrio e Cepões, Beiral do Lima, Cabração e Moreira do Lima, Calheiros, Estorãos, Gandra, Cabaços e Fojo Lobal, Labruja, Poiares, Rebordões Souto, Refoios do Lima, Ribeira, Sá, Arcos, Labrujó, Rendufe e Vilar do Monte, Vitorino das Donas e Fornelos e Queijada e Rebordões Santa Maria.

A verba aprovada visa ajudar a comparticipar diversas obras, nomeadamente na requalificação da rede viária.

Vaca das Cordas e Tapetes Floridos para a Procissão do Corpo de Deus
publicada em: 23.06.2017

A importância que as Gentes Limianas dão às suas ancestrais tradições torna-as num exemplo nacional em termos de preservação e manutenção, com muito valor acrescentado, da memória, da identidade e da tradição, factores primordiais para uma competitividade territorial sadia e diferenciadora.

Em Ponte de Lima temos a firme convicção que as nossas populações não têm quaisquer dificuldades em dizer presente aos desafios lançados e aos reptos apresentados, independentemente do grau de dificuldade que possam acarretar.

A Vaca das Cordas e a realização dos Tapetes Floridos nas ruas da Vila para a Procissão de Corpo de Deus são dois momentos que temos sabido preservar, com o afinco e dedicação de populares anónimos que dão de si para a Terra que os viu nascer ou que os acolheu para nela viverem.

Sem eles, sem essas pessoas em que o esmero pessoal, o amor a Ponte de Lima e o querer engrandecer o nome da nossa Terra, sem se pouparem a esforços, seria de todo impossível e impensável levar a bom porto essas manifestações que nos colocam em lugares cimeiros nas áreas da etnografia, da antropologia e de muitas outras áreas das ciências sociais.

Por isso, é da mais inteira justiça tornar público o reconhecimento que o Município de Ponte de Lima apresenta às cidadãs e cidadãos envolvidos na preparação e planificação, no apoio e na organização da Vaca das Cordas e dos Tapetes Floridos, agradecendo tudo quanto fizeram para que esses tão relevantes eventos alcançassem o êxito merecido e devidamente aplaudido por residentes, visitantes e turistas.

Um bem haja para todos, sem qualquer excepção.

Prevenção de Incêndios Florestais - Medidas Preventivas em vigor até 30 de setembro
publicada em: 23.06.2017

Durante este período, independentemente das condições meteorológicas, em todos os espaços rurais é expressamente proibido realizar fogueiras para a confecção de alimentos, queimar matos, silvas ou qualquer tipo de sobrantes agrícolas ou florestais, e lançar foguetes e balões com mecha acesa. Também durante este período, o acesso, a permanência e a circulação no interior de determinadas áreas florestais é condicionado e nos trabalhos e outras atividades que decorram nos espaços rurais, é obrigatório que as máquinas de combustão interna e externa a utilizar, onde se incluem todo o tipo de tractores, máquinas e veículos de transporte pesados, sejam dotadas de dispositivos de retenção de faíscas ou faúlhas e de dispositivos tapa - chamas nos tubos de escape ou chaminés, e estejam equipados com um ou dois extintores de 6 kg, de acordo com a sua massa máxima, consoante esta seja inferior ou superior a 10 000 kg.

Solicita-se a quem avistar um incêndio que ligue de imediato 117 (chamada gratuita)!

Tenha cuidado, um pequeno descuido pode causar um grande incêndio!

Notícias via e-mail:

Coloque o seu email:

Copyright © 2016. Município de Ponte de Lima. Todos os direitos reservados. : Política de Privacidade e Segurança . Ficha Técnica :